INSIRA SEU IDIOMA

11 de jul de 2017

O Senado brasileiro ficou sem energia. Foi o apagão que deu as caras em Brasília.

O apagão deu as caras em Brasília.
Estratégias são usadas para se manterem no poder a todo custo e também ferrar o "povo trabalhador”. Parece que dentro do centro de direção e tomada de decisões que pode arrumar a vida de uns e arruinar as vidas de outros, tem se dado a todo custo confusões em que de certa maneira são essas quando se vai votar algo em favor do povo, ou seja, só pode votar se for contra, porque se não o apagão pode voltar. Já fazia tempo que o apagão não se manifestava, mas quando ninguém esperava, lá vem ele com toda popa, querendo decidir. 
O apagão pode ser gerado de várias maneiras e uma delas é apagando a luz, como aconteceu em Brasília. Parece que o apagão esta dando as caras em Brasília ajudando a decidir ou fazer com que as decisões ganhem tempo. Esta até parecendo corrida de jóquei quando o cavalo esta na frente e é um azarão, logo dá azar e tudo volta novamente, corrida encerrada sem ganhador. Logo se a corrida se iniciar novamente o azarão este azarado e não ganha mais. Que coisa medonha essa. 
Não se pode ter um campo de ideias em cima de apostas, como se fosse corrida de cavalos para alguns. Trata-se de que é certo ou errado. Quem é o povo senão coisa para alguns que alivia a carga de uns em que se serve de serviços de guardiões por assim necessitarem e pesa a carga em cima dos proletariados, assim com um império, mas que não existe, existindo os reis de um único reinado que para isso acontecer os vassalos tem que se sacrificarem.                 
Assim as “coroas” se sentem bem, pois logo os tesouros aumentados chegarão a todos os reinos. Tudo bem que para isso se sacrifiquem os vassalos, são só alguns anos de vida a mais que trabalharão, já não tem mesmo como tirar férias, pois o que ganham não dá muitas vezes para isso. Pensando bem, isso é superfulo, vassalo não precisa de férias, tem que alimentar as coroas. Não importa que o povo esta nesse lamaçal por imprudência de más fiscalizações grosso modo ou vista grossas.
Quem sabe, ou sabe lá quando essas violências das ruas ou coisas horrorosas pararam, ou será que se tudo se arrumar pode também atrapalhar o futuro de muitos que se sentirão presos em suas cadeias de manias sórdidas contra a população que é: “chupando o sangue” e “comendo a carne”. Seria um pesadelo para muitos, mas como um sonho de conto de fada para o povo que vê a corrupção como um câncer tão grande que talvez até duvide se um dia isso ira acabar e o povo saberão onde seu imposto é gasto, não indo parar no bolso de corruptos.
Escrito 11/07/2017

                                 ---------- Messias Albino -----------




Postar um comentário